TERÇA 02/08 - 19:30

ORAÇÃO E JEJUM

Data publicação 26/03/2018

ORAÇÃO

                Orar é estar na companhia de Deus.  O homem e a mulher de Deus que oram, são conhecidos no céu e respeitados no inferno. Deus deve ser o primeiro recurso dos necessitados e não o último recurso dos desesperados. Muitas pessoas só buscam a DEUS quando estão totalmente perdidas e mergulhadas em problemas que não conseguem resolver.

 1º - O que é a Oração:

                Orar é aplicar o coração na necessidade do relacionamento com Deus. É a arma mais poderosa que você tem. É a ferramenta que abre a janela dos céus sobre a sua vida.

 2º - Como deve ser uma Oração:

                Deve ser com plena fé e amor para produzir resultados maravilhosos. Em outras palavras, a oração deve ser sentida, e não apenas pronunciada mecanicamente. I Tessalonicenses. 5:17 diz: “Orem continuamente”.

 3º - Como funciona nossa Oração?

                Não funciona como obrigação, como algo que temos que fazer para agradar a Deus, mas funciona como um canal bancário. Você tem uma herança muito grande reservada. Todas as coisas que você pode imaginar foram compradas pelo sangue de Jesus e já estão esperando por você. Mas a única maneira de sacar é pedindo. (Mateus 7:8).

 Se orar por uma coisa e não receber você pode pensar em três coisas:

A- Não é a vontade de Deus.

B- Não é o tempo de Deus.

C- Deus tem algo melhor em mente. Pare de pensar que tem algo errado quando a oração não é respondida!

 4º - O propósito da Oração:

                O intuito da oração é falar com Deus, sobretudo para lhe agradecer, louvar, atrapalhando os planos do diabo. Não é alterar a vontade de Deus, mas obter para si mesmo e/ou para outros, as bênçãos e graças que Deus já concedeu por intermédio de Jesus Cristo na Cruz.

 5º O que é o Poder da Oração?

                 De acordo com a Bíblia, o poder da oração é simplesmente o poder de Deus, o qual escuta e responde às orações.

 

O JEJUM

                O jejum é a abstinência total ou parcial de alimentos por um período definido e propósito específico.  O jejum é uma arma poderosa para o cristão. (Mt. 6:16-18)

 

Motivo do Jejum

                “O jejum não mudará Deus”. Ele é o mesmo antes, durante e depois do seu jejum. Mas jejuar mudará você. “Vai lhe ajudar a manter-se mais sensível ao Espírito Santo”.

                Porque motivos então, muitas pessoas jejuavam como vemos na Bíblia, inclusive o Senhor Jesus?

1° O jejum é um sacrifício espiritual, agradável a Deus que gera provisão porque demonstra a disposição do cristão em buscar a presença do Senhor.

2° O jejum fortalece a fé gerando poder ( 2Cr. 20:3; Mt. 17:14-21).

3° O jejum quebra o poder da carne trazendo disciplina.

Tipos de Jejum

 1. Jejum normal – abstinência de alimentos sólidos, podendo beber água.

2. Jejum Completo – abstinência total, inclusive de água, porém dentro de um limite: no máximo três dias (água não é um alimento, é necessidade para o bom funcionamento dos rins). (Et. 4:16; Mt.4; At. 9:9).

3. Jejum parcial – abstinência de certos alimentos, praticando em períodos maiores (Dn. 1:8-15).

Resultados do Jejum

Esdras – vida de dor na Babilônia. Após o jejum, jornada feliz em Jerusalém.

Ester – Escrava. Após o jejum, rainha dos Medos e Persas.

Daniel – Jovem desconhecido. Após o jejum, solucionador de problemas difíceis.

Jesus – Ainda não tinha feito milagres. Após o jejum, iniciou seu ministério.