TERÇA 02/08 - 19:30

AMOR X INUTILIDADE

Data publicação 05/03/2018

Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor (Ef. 4:2)

                O céu está acima do teto de sua casa, e o paraíso deve estar debaixo dele. As alegrias do céu podem ser experimentadas em sua casa.

                Você ter utilidade para alguém é uma linha muito tênue. Humanamente falando é interessante você saber fazer as coisas, mas acredita-se que a utilidade é um território muito perigoso, pois muitas vezes as pessoas acham que o outro gosta da gente, mas não, ele está é interessado no que a gente faz por ele.

                A velhice é o momento que passa a utilidade e fica somente o significado como pessoa. É a oportunidade de saber quem nos ama de verdade, porque somente as pessoas que nos amam ficarão conosco até o fim, aquele que depois da nossa utilidade descobriu o nosso significado e apesar da nossa inutilidade ainda continuará conosco.

                Por isso devemos sempre pedir a Deus para poder envelhecer ao lado das pessoas que nos amem. Pessoas que possam nos proporcionar a tranquilidade de ser útil, mas ao mesmo tempo sem perder o valor quando chegar aquele momento: “coloque o pr. Flamarion no sol... tire o pastor do sol...” nesse momento pedimos a Deus sempre a graça de ter alguém que nos coloque no sol, mas sobre tudo alguém que venha tirar depois. Alguém que saiba acolher a nossa inutilidade, que olhe para nos e conclua que já não servimos para muita coisa, mas continuamos tendo o nosso valor.

                Se você quer saber se o outro te ama de verdade, é só olhar se ele seria capaz de aturar a sua inutilidade. Quer saber se você ama alguém? Pergunte para si mesmo: quem nessa vida já pode ficar inútil para você, sem que você sinta o desejo de joga-lo fora. É assim que nós descobrimos o significado do amor. Só o amor nos da condição de cuidar do outro até o fim. Por isso eu digo: “feliz é aquele que tem no final da vida a graça de ser olhado nos olhos e ouvir: você não serve pra nada, mas eu não sei viver sem você.”

 

Pr Flamarion